O pergolado tornou-se referência em arquitetura e decoração, pois sombreia espaços abertos oferecendo conforto e áreas de transição interessantes. Através de suas vigas espaçadas cria efeitos de luz e sombra, tornando os ambientes ricos e translúcidos. Continue a leitura e surpreenda-se com a versatilidade e valor estético do pergolado.

Mas afinal o que é pergolado?

Caracteriza a estrutura – geralmente apoiada em pilares – que confere descontração e bucolismo ao ambiente em que é inserido. O pergolado originalmente era usado em viniculturas para sustentar as plantas, permitindo que essas recebessem ainda luz natural. E o solo sobre o pergolado recebe luz, sombra e chuva que passam por entre as vigas. O significado do nome deriva do italiano e significa justamente a estrutura utilizada para esse fim.

Características

Quanto à cobertura, podem ser cobertos com vidro, plantas, tecidos, descobertos ou ainda, fechados. Com vidro ou policarbonato permitem a entrada da luz além de proteger o ambiente e a estrutura das chuvas e detritos. Se você optar por cobrir com plantas, escolha trepadeiras que se encaixem a essa função. O teto verde deixará o espaço mais leve e confortável, com a uma temperatura mais fresquinha. E o visual com flores encobrindo as vigas e o teto fica lindo.

Quanto à estrutura, pode ser de madeira. Combina facilmente com a maioria dos móveis e estilos, por isso, são os mais encontrados. O custo porém pode ser mais alto do que os de metal, por exemplo. A madeira deve ser de boa qualidade e impermeabilizada, pois estará exposta às intempéries e insetos que podem danificá-las. E mesmo sendo tratada, deve receber manutenção periódica: lixar e aplicar verniz ou tinta. Dessa forma ele se mantém conservado e resiste por muitos anos. Uma opção à madeira é a madeira plástica que é feita de plástico reciclado e simula muito bem a madeira. Dessa forma, você fica livre de preocupações quanto à cupins, fungos e umidade. Consequentemente, o custo com manutenção é mais reduzido, se comparado à uma madeira original.

De metal: conferem modernidade e sofisticação. Pode-se utilizar a estrutura metálica com barras de madeira ou inteiramente metálico. Pode ser coberto com vidro para manter a transparência e harmonizar com o ambiente à volta.

Bambu: utilizar bambu no topo do pergolado cria um visual bem diferenciado. O material combina muito bem com casas de campo, fazenda ou praia.

De concreto: modernos e resistentes podem ser construídos juntamente à residência. O visual do pergolado é encantador e agrega muito valor à arquitetura.

Aonde utilizar pergolados?

Para relaxar, proteger ou iluminar. Criam espaços de descanso e lazer convidativos. Os pergolados são muito utilizados do lado de fora das casas, para as mais diversas funcionalidades, como:

Próximo à piscinas

Para criar um espaço de lazer no jardim, decorando o quintal

Cobrir a área gourmet

Cobrir varandas

Cobrir banheiras de hidromassagem ou ofurô

Na entrada de residências

Para decoração de interiores

Além desses usos, há muito mais, a imaginação é o limite, pois pergolados são muito versáteis.

Como fazer

Normalmente um pergolado possui uma área mínima de 6,00 m², podendo atingir grandes dimensões. A dica que dou é que o tamanho seja proporcional ao espaço em que será construído e para sua finalidade.

Quanto ao chão, você pode optar por piso de madeira, que deixará o local com aparência de lounge. Ou deixa-lo com o piso natural, uma grama, e utilizar uma estrutura mais rústica, dando um ar campestre e casual. Também pode cobrir o chão com pedrinhas e complementar a decoração com vasos de plantas.

Bancos, sofás, pufes e balanços complementam e criam um ambiente aconchegante embaixo de uma sombrinha agradável. A sensação é de estar em meio à natureza, porém com muito conforto.

O post de hoje é isso, espero que tenham gostado!

Abraços e até a próxima!

Arquiteta e Urbanista, catarinense, apaixonada pela profissão. Atua no mercado de arquitetura e interiores residenciais no extremo oeste de Santa Catarina.