Já imaginou ter energia renovável em sua casa e, com isso, poder contribuir para a preservação do meio ambiente? Pois saiba que isso é possível por meio do aquecimento solar, opção que, além de ecológica, é econômica, pois reduz o consumo da energia. E sabe qual a notícia boa? Recebemos do sol ao longo do ano mil vezes mais energia do que consumimos!!! E há duas formas de aproveitamento: a energia solar térmica, que explicarei hoje, e a fotovoltaica, em outro artigo.

A energia solar térmica consiste no aquecimento da água pela radiação solar. É um processo simples, que começa através de um reservatório de água que transfere água fria para um coletor solar. O coletor é o equipamento responsável por aquecer a água através da radiação solar que incide sobre o mesmo. A captação dessa radiação se dá por placas metálicas que recebem, na maioria das vezes, uma pintura preta para elevar sua capacidade de absorção da luz. A água aquecida no coletor solar é transferida para o Boiler, um reservatório feito de material termicamente isolante para manter a água aquecida até seu uso. A circulação de água no sistema se dá por um processo natural chamado termofissão, que ocorre por causa da diferença de densidade da água quente e fria.

Existem diversos tipos de boiler, para saber qual se adequada às suas necessidades é preciso saber:
- Quantas pessoas há na sua casa (lembrando que uma pessoa gasta em um dia, em média, 100 litros de água);
- A região que mora (no Sul do país usa-se mais coletores solares do que no Nordeste);
- A pressão de água, pois existem boilers de baixa e de alta pressão de água. A diferença entre eles são as peças internas. O de baixa pressão de água aguenta menos pressão de água do que o de alta. É possível descobrir a pressão observando a caixa d'água. Caixas instaladas até 5 metros de altura, considera-se o boiler de baixa pressão de água. Acima disso, recomenda-se a de alta pressão.

Essa forma de aproveitamento da energia solar possui um custo-benefício bem melhor se comparado ao da placa fotovoltaica, porque os custos envolvidos são bem menores, porém seu uso é limitado a processos que necessitem de água. Parece pouco, no entanto, o uso do aquecedor solar de água pode economizar até 70% de energia elétrica.

E não se preocupe: se não houver sol, você ainda terá a energia elétrica para aquecer a sua água.

Arquiteta e Urbanista, catarinense, apaixonada pela profissão. Atua no mercado de arquitetura e interiores residenciais no extremo oeste de Santa Catarina.