Para um resultado positivo e satisfatório em sua obra, seja ela construção ou reforma, boas ideias e bons projetos não são suficientes, pois quem fará o que está na cabeça e no papel virar realidade será o pedreiro! Por isso, deve-se também acertar na contratação da mão-de-obra. Como em todos os mercados, existem profissionais de diferentes características, alguns bons, outros ruins, lentos ou rápidos, e assim por diante. Perante isso, é importante observar as dicas abaixo citadas antes de contratar pedreiros para sua obra.

 

Dica 01 - Tenha referências e indicações

É sempre importante ter referências do pedreiro que se vai contratar. Pergunte a conhecidos indicações de bons profissionais, consulte seu arquiteto ou engenheiro. Questione sobre os serviços e sobre o comportamento do profissional. Não economize na busca de informações!

Dica 02 - Faça uma avaliação de currículo e carteira
Pedreiros com experiência e vivência maior de obra são uma boa pedida, pois a prática aperfeiçoa o serviço, ganhando qualidade. Descubra a quanto tempo ele exerce a função, suas qualificações e obras feitas. Conforme a dica anterior, verifique o que seus antigos empregadores acharam do serviço por ele prestado.

Dica 03 - Prefira pedreiros especialistas
Dentro da profissão de pedreiro, há várias especialidades e, nem sempre, os profissionais dominam todas. Por exemplo, o “pedreiro de acabamento” é especialista em assentamento de cerâmicas, porcelanatos e outros tipos de acabamentos. Não quer dizer que ele não possa fazer uma parede em alvenaria, mas o pedreiro especialista em alvenaria poderá realizar este serviço com melhor qualidade.

Dica 04 - Evite diárias
É muito comum pedreiros cobrarem por diárias, de modo que você pague por dia que ele levar para executar o serviço. Se possível, evite essa modalidade de contratação, sugerindo a ele que seja por empreitada. Combine pagamentos de acordo com o cumprimento das etapas, por exemplo, quando a fundação estiver concluída receberá tanto, quando as paredes estiverem erguidas receberá mais tanto, e assim por diante, deixando uma quantia para a entrega final do serviço. Deste modo, você não corre o risco de o pedreiro fazer corpo mole e sua obra ganhará em eficiência.

Dica 05 - Elabore um contrato
Se possível, elabore um contrato para a realização do serviço, pode ser de 1 folha apenas. Por mais simples que ele seja, ele profissionaliza a tarefa, trazendo maior responsabilidade ao pedreiro contratado para a sua obra. Descreva dados pessoais de ambas as partes, os serviços e as condições de pagamento. Assim, se algo acontecer, o contrato servirá como ferramenta para qualquer acordo.

Dica 06 - Acompanhe o desenvolvimento
A última e importantíssima dica é acompanhar de perto a obra. Mesmo que você não saiba nada de obra, faça perguntas, por exemplo, como determinado processo é feito, para que serve, etc... Demonstre interesse pelo serviço e não só pelo resultado, assim, o profissional ficará mais empenhado a realizar um bom serviço.

E aí, se sente mais preparado para contratar pedreiros para a sua obra? 

Arquiteta e Urbanista, catarinense, apaixonada pela profissão. Atua no mercado de arquitetura e interiores residenciais no extremo oeste de Santa Catarina.